Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada Entrada Projetos Internacionais Aumentar a empregabilidade e as competências dos cuidadores de idosos, através de formação especializada e capacitação inovadora

Aumentar a empregabilidade e as competências dos cuidadores de idosos, através de formação especializada e capacitação inovadora

O "IESEC – Increasing Employability and Standards of Elderly Caregivers through Specialized Training and Innovative Empowerment ", tem como objeto o cuidar de idosos, que é uma tarefa difícil e exigente, tanto da perspetiva do cuidador como da perspetiva de quem carece de cuidados, nomeadamente os idosos. O foco do projeto IESEC é desenvolver apoio psicológico e educacional, para além de formação para Especialistas em Envelhecimento e para os Cuidadores de Seniores, com o objetivo de aumentar a empregabilidade e as competências dos cuidadores através de formação especializada e da capacitação inovadora.

p { margin-bottom: 0.1in; direction: ltr; line-height: 120%; text-align: left; }

A participação em projetos europeus, onde a solidariedade e a inovação social se incorporam, implica uma opção clara de algumas das organizações do terceiro setor. Nesse grupo corajoso encontra-se o Kerigma – Instituto de Inovação e Desenvolvimento Social de Barcelos.

Esta organização é parceira de vários projetos em execução no âmbito do programa Erasmus +, cofinanciado pela União Europeia. Um deles é o "IESEC – Increasing Employability and Standards of Elderly Caregivers through Specialized Training and Innovative Empowerment ", com uma duração de 24 meses, está a ser implementado por um consórcio transnacional de 10 parceiros provenientes da Roménia, Reino Unido, Suécia, Espanha, Portugal, Itália, Grécia e Turquia, cada um deles trazendo experiência e conhecimento especializado para uma boa aplicação do projeto, bem como o desenvolvimento de disposições e obtenção de resultados de alta qualidade. O projeto tem como objeto o cuidar de idosos, que é uma tarefa difícil e exigente, tanto da perspetiva do cuidador como da perspetiva de quem carece de cuidados, nomeadamente os idosos.

Na maioria das vezes, os idosos são cuidados por indivíduos inadequadamente treinados, trabalhando em contextos não profissionais. Os que tomam conta de idosos, chamados " Cuidadores de Idosos ", precisam:

- Ser melhor e mais eficientemente treinados para desempenhar as suas funções

- Ser capacitados para se sentirem mais confiantes

- Melhorar a sua compreensão dos desafios do seu papel

O projeto europeu IESEC, visa resolver esse problema, desenvolvendo e oferecendo um currículo e um programa de formação unificados. O programa de formação IESEC fornecerá aos Cuidadores de Idosos os conhecimentos, habilidades e atitudes necessários no sentido de aumentar a sua eficiência, resiliência e melhorar a gestão do stress.

Ao desenvolver o programa de formação do IESEC, as características e as necessidades dos Cuidadores de Idosos vão ser cuidadosamente avaliadas e tidas em conta. O programa será abrangente, abordando aspetos importantes da educação do cuidador, tais como:

- ética e conduta de um cuidador;

- diferentes tipos de cuidados;

- atividades instrumentais da vida diária;

- princípios de bem-estar pessoal e mental;

- aparência profissional e etiqueta;

- recursos educacionais do cuidador;

- processos de doença;

- habilidades de enfrentamento e solução de problemas;

- segurança;

- nutrição;

- questões legais e financeiras.

Com efeito, o envelhecimento da população da UE é um dos grandes desafios da saúde pública que todos enfrentamos no século XXI, tal como o facto dos adultos mais velhos que necessitam de cuidados ir ultrapassar o dobro do valor atual nas próximas décadas. O número de pessoas com 70 e mais anos de idade com limitações de atividade deverá aumentar substancialmente nos próximos vinte anos. Simultaneamente, devido à dinâmica da mudança social, haverá um número cada vez menor de membros da família ou de cuidadores pagos disponíveis para cuidar deles. Os membros da família constituem aproximadamente 72% dos cuidadores de idosos com limitação de atividade pagos e não pagos. A grande maioria dos cuidadores (80%) presta cuidados entre uma a cinco horas por dia, enquanto 76% dos cuidadores não são remunerados.

Preservar os cuidadores familiares e a sua capacidade de prestação de cuidados em casa ou na comunidade é crucial para o sistema de saúde de muitos países. Uma preocupação-chave é que a dependência continuada dos cuidadores familiares, sem um melhor reconhecimento do que o seu próprio apoio precisa, pode afetar negativamente a capacidade desses cuidadores familiares para a prestação de cuidados no futuro e resultar em tensões emocionais, físicas e financeiras ainda maiores. Este impacto negativo sobre o cuidador provavelmente afetaria a qualidade do atendimento e da qualidade de vida do destinatário dos cuidados e do resto da família. A pesquisa mostrou que a depressão não controlada do cuidador, o cansaço, as preocupações financeiras e outros cuidados relacionados são importantes fatores de institucionalização, muitas vezes resultando em maiores gastos públicos com os lares de idosos.

O foco do projeto IESEC é desenvolver apoio psicológico e educacional, para além de formação para Especialistas em Envelhecimento e para os Cuidadores de Seniores, com o objetivo de aumentar a empregabilidade e as competências dos cuidadores através de formação especializada e da capacitação inovadora.

As atividades com que o Consórcio IESEC se compromete a atingir esses objetivos são:

  1. Oferecer formação, suporte e serviços de informação para auxiliar o desenvolvimento profissional e pessoal dos Cuidadores de Idosos, relacionado com a educação e o emprego numa dimensão europeia;

  2. Desenvolver um referencial comum para a avaliação, validação e reconhecimento de aptidões e competências não formais e informais relativas aos Cuidados com os Seniores;

  3. Propor um currículo unificado sobre os fundamentos dos Cuidados com os Seniores;

  4. Providenciar formação aos Cuidadores de Idosos para o encaminhamento para tratamentos médicos, estratégias de cuidados, planeamento de longo prazo, desafios comportamentais, envelhecimento bem-sucedido e outras questões conexas;

  5. Assegurar a formação de especialistas em envelhecimento: para apoiar o inevitável risco da pessoa idosa face a resultados adversos; para identificar a pessoa idosa clinicamente deteriorada; para gerir as doenças comuns, os comportamentos desafiadores, cuidados de planeamento preventivos; para lidar com a gestão de cuidados e com a gestão de casos; aprender maneiras de lidar com o stress e com as tensões de ser um cuidador, para descobrir formas de reduzir as frustrações e as barreiras na experiência dos cuidados;

  6. Desenvolver um manual com conhecimentos básicos, habilidades e atitudes necessárias para lidar com os desafios de cuidar de um sénior e para ser um efetivo cuidador de seniores;

  7. Conceção de vídeos pedagógicos (usando a Ferramenta Pedagógica Cultural) para capacitar os Cuidadores de Seniores a responder aos desafios emocionais do cuidar;

  8. Organizar grupos de discussão focalizada com Cuidadores de Idosos para os ajudar a identificar as suas necessidades emocionais num ambiente de apoio;

  9. Construir um portal com informações sobre o cuidar dos idosos, recursos humanos e informativos.

A consecução do número dois cabe ao Kerigma. Este projeto iniciou os trabalhos no último semestre de 2014, vai ser desenvolvida a formação teórica e prática durante o primeiro e segundo semestres de 2015 e terminará em 2016.

O Kerigma aproveita para agradecer a todos os seus parceiros o apoio prestado na consecução dos seus projetos europeus

Acções do Documento

Caracterização

useng

Siga-nos no facebook
« Outubro 2017 »
Outubro
Do
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031
Parceiros

anqep.png


 cig.jpg


 iefp.png


 gov-pt.jpg


 ueuro.gif

Parcerias

cied   eaea

ecwt